Alimentação saudável fora de casa? Sim! É possível!

Quando vamos a algum lugar (p.ex.: ir trabalhar, fazer um passeio, ir a um cinema, parque
temático, jantar com amigos,…) em que implique comer fora de casa, nem sempre as opções
saudáveis abundam, o que pode constituir um verdadeiro desafio para manter os hábitos neste
sentido.

Não obstante, a ideia não é, propriamente, deixar de ir aos lugares que frequentava, mas sim, aprender a relacionar-se bem com os alimentos em qualquer contexto, gerir a situação social em que se encontrar e saber escolher os alimentos mais saudáveis e saborosos :)!

 

Para este fim, partilhamos consigo algumas ideias:

✓ Procure levar um lanche saudável na bolsa ou mochila: nozes, frutos secos, frutas. Desta forma,
se o seu dia se prolongar e estiver fora de casa, pode recorrer a ela caso fique com fome.

✓ Se sabe onde vai comer, tente fazer uma reserva para não ter de esperar, desta forma, chegará
com menos fome e evitará beber e comer antes da refeição. Se isso não for possível, tente esperar
até se sentar e fazer o pedido para começar a comer. Lembre-se de ser flexível consigo mesmo.

✓ Procure que não falte na mesa um prato de legumes, mesmo que seja para partilhar.

✓ Pense na sua sensação de fome (real) e peça as quantias de acordo com ela. Às vezes, ter
muitas opções pode ser um estímulo para pedir mais e, consequentemente, comer mais. Nesse
caso, é melhor faltar do que sobrar.

✓ Se compartilhar, em vez de ir “picando” alimentos de forma inconsciente, recomendamos que se
sirva da quantidade que deseja comer de cada alimento e que a coloque no seu prato, para que
possa saber quanto comeu de cada um.

✓ Procure pedir que os molhos ou temperos sejam servidos separadamente, para que possa
decidir a quantidade que vai colocar sobre a comida.

✓ Relativamente ao modo como os alimentos são confecionados, privilegie os salteados,
grelhados, ensopados, cozidos,….

✓ Quanto à bebida, recomenda-se que seja preferencialmente água ou água com gás. Ao
considerar outras opções sugerimos que consuma a menor quantidade de álcool possível,
sobretudo visando a sua saúde.

✓ Se decidir comer sobremesa, pode escolher uma que tenha fruta. Contudo, caso queira comer
um bolo ou algo parecido, pense em compartilhá-lo com alguém.

✓ Café ou chá? O que preferir, desde que adicione o mínimo de açúcar ou adoçante possível.

✓ Tenha presente que os digestivos não são digestivos. O álcool e a quantidade de açúcar que
contêm, longe de ajudarem bem a digestão, dificultam e pioram. De modo que, se decidir tomá-los,
não use esse argumento como desculpa. O mesmo é válido para cocktails. Para a sua saúde,
quanto menos álcool, melhor.

✓ Por último, e mais importante, lembre-se de se divertir. Comer de forma saudável não significa comer de forma monótona ou aborrecida. Escolha conscientemente, preste atenção ao seu corpo, coloque todos os seus sentidos quando saborear os alimentos, aprecie o contexto e delicie-se com o momento.

 

Há que desfrutar comendo e não comer para desfrutar!