Aproveite as férias e melhore a Capacidade Cardiorrespiratória

As férias devem ser encaradas como um período de descanso, mas também como um ótimo período para investir no seu corpo e saúde.

 

Com o aumento do tempo disponível para realizar atividades, aproveite para potenciar uma capacidade essencial que só lhe trará proveitos para a vida e que o poderá ajudar a perder alguma da gordura indesejada.

 

Falamos da Capacidade Cardiorrespiratória, que por definição é indicada pela capacidade de realizar um exercício dinâmico de intensidade média-alta com recurso a grandes grupos musculares por longos períodos.

A sua relação com o estado de saúde indica que pessoas com uma menor capacidade tem maior risco de doenças ou até mesmo morte prematura. A melhoria desta capacidade está associada a um aumento da capacidade funcional do organismo, não só ao nível cardíaco e respiratório, mas também as adaptações necessárias para que se sinta melhor com o seu corpo tais como a perda de peso e a possibilidade de ter mais energia disponível para as atividades da vida diária.

 

Treino Cardiorrespiratório 

 

É essencial perceber que o treino de cardio não tem de ser um processo formal nem muito condicionado por equipamentos e medidas de controlo. 

Contudo se conseguir monitorizar as variáveis de treino ao nível da frequência cardíaca e calorias despendidas, estas são boas referências para balizar o esforço realizado e com isto compreender melhor o seu desempenho.   

Sempre importante referir que caso apresente problemas ou sintomas cardíacos ou respiratórios deve falar antes de tudo com o seu médico. 

 

Alguns Critérios

 

      1. Realize atividades que permitam ativar o organismo acima da ativação que normalmente tem adquirido no     seu quotidiano – por exemplo a caminhada executada com um impulso mais energético e vigoroso. 

 

     2. Execute no mínimo 30 minutos por sessão – facilmente uma caminhada em tempo de férias excederá este    limite recomendado, visto que todo o contexto é bem mais apreciável e menos stressante para o efeito.

 

     3. Relaxe, mas esteja preparado para entrar em modo ativo e aberto aos pequenos desafios – caminhar, nadar,    bicicleta e explorar em roteiros ou atividades de aventura, são aspetos de simples ação mas essenciais para               mudar o estilo de vida e ser pró ativo.

 

     4. Esteja acompanhado nas atividades – a dinâmica criada com um parceiro de treino é uma valência poderosa    para superar as resistências não só psicológicas ao exercício, mas também associadas à percepção do esforço        realizado.

 

     5. Procure o aspeto lúdico e recreativo – desfrute do verdadeiro propósito das férias,  juntar o útil ao agradável  faz sentido e melhora em muito a vontade e motivação para o exercício.

 

Aspetos metodológicos

 

 

  • Progressão – a exercitação de modo progressivo é uma forma coerente de compreender a intensidade possível que pode imprimir ao seu treino e uma forma sustentável de obter os resultados desejados. Numa lógica de estímulo e adaptação a intensidade do treino deve aumentar à medida que a capacidade do organismo também se eleva. 

 

 

– Não consegue correr ande mais rápido

– Corra devagar para correr depressa 

 

 

  • Variabilidade – a variação do estímulo é outro fator importante na abordagem ao desenvolvimento da capacidade. Se os estímulos se mantiverem constantes haverá a estagnação da capacidade funcional do organismo. Alterações na intensidade do exercício forçam processos adaptativos no organismo.

 

 

Treino Intervalado – o treino intervalado consiste na alternância entre períodos de esforço de intensidade moderada a alta e repouso. Este treino é uma ótima ferramenta para aumentar o metabolismo bem como a captação de oxigénio.

 

Experimente: treino de 30 minutos com 5 minutos iniciais de caminhada para aquecimento, 20 minutos alternando entre 30 segundos de corrida e 30 segundos de caminhada, os últimos 5 minutos realize caminhada leve para retornar à calma e finalizar a sessão de treino.

 

 

  • Frequência – procure exercitar-se na maior parte dos dias da semana, se realizar até 3 sessões de treino procure realizar 2 sessões mais intensas intercaladas por 1 sessão menos intensa.

 

 

Bons treinos e lembre-se:

 Faça férias, mas não faça férias da sua saúde!