Festas, comemorações e eventos especiais…. Como controlar as tentações alimentares?

A aproximação da época festiva, traz consigo… muitas tentações, algumas preocupações com o peso e com a linha e, consequentemente, decisões alimentares, que precisamos de fazer…

A presença constante de chocolates, bolos de Natal, doces diversos, bem como festas, almoços e/ou jantares comemorativos apresentam mais tentações para comer alimentos não saudáveis, ​​em excesso, do que em qualquer outra época do ano!

Não raro, comemos, continuamos a comer e comemos mais e, com alguma frequência, a razão passa para segundo, quando não para último plano e deixamo-nos levar pela emoção do momento, acabando por substituir a alegria pela acidez, pela sensação de inchaço e… por quilos extra.

Contudo, relembramos que… comer não é um acto automático, ainda que assim pareça… (Sugestão ver post …” O que nos leva a comer? https://www.terapiadaobesidade.pt/nos-leva-comer/Pode parecer uma pergunta óbvia, mas…) na medida em que, conforme já tivemos oportunidade de considerar em post’s anteriores, previamente surge o pensamento que nos dá permissão/ autoriza o comportamento que nos leva a comer.

Assim sendo e, tendo este importante factor em consideração…

Como controlar as tentações alimentares?

…quando os problemas começam na mente… não há nada como mudar a sua programação mental, desenvolvendo uma atitude diferente em relação a festas, comemorações e eventos especiais!

Proporcione a si mesmo/a e à sua família este ano um presente especial de nutrição, implementando algumas sugestões para uma alimentação saudável, para não deixar que uma estação de alegria se transforme em momentos de culpa, tristeza e recriminação!

Nos eventos existe… um antes, um durante e um depois…

Prepare-se antes, para manter o compromisso consigo mesmo/a e com os seus objectivos saudáveis durante o evento e sentir-se bem depois!

Para tal, poderá ter em mente alguns pensamentos adaptativos que o/a ajudem a combater os pensamentos sabotadores que tendem a aparecer, particularmente nestes momentos, tais como…

                              Esta é uma ocasião especial. Eu mereço tratar-me bem!

                              Tenho direito a excepções em circunstâncias especiais!

É verdade que tem direito a fazer as suas opções, no entanto, encorajamo-lo/a que realize as suas decisões o mais consciente possível do que está envolvido, bem como das suas repercussões!

Neste sentido, relembramos que:

 

  • Está sujeito/a a encontrar muitas circunstâncias especiais, ao longo do próximo ano, desde refeições na casa de amigos e familiares, aniversários, festas, feriados, almoços, jantares, casamentos, entre outros eventos…. pelo que, se der permissão a si mesmo/a para fazer excepções, poderia facilmente comer exageradamente em todas elas.

 

Quando faz excepções e ultrapassa o seu limite, pode ser mais difícil retornar à alimentação controlada quando a circunstância especial terminar. É possível que tenha pensamentos

 

  • sabotadores como: “Sabe tão bem quando como aquelas iguarias! Eu gostava de não ter de restringir a minha alimentação…” ou “Eu perdi mesmo o controle. Estraguei tudo. Para que serve continuar a tentar?” deste modo, começa a ser invadido/a por um sentimento de desesperança e pode não conseguir recuperar as energias para retomar os seus objectivos de se alimentar saudavelmente.

 

Se quiser perder peso e não voltar a ganhá-lo, precisa de aprender a comemorar de maneiras diferentes, pois se continuar a comemorar com comida, corre o risco de engordar.

Sugerimos, portanto, que em eventos sociais, tenha por princípio: planear! Por exemplo, pode planear comer cerca de 25% de calorias, no máximo, além do que faz normalmente. Se o momento for um jantar especial, uma boa forma de conseguir controlar o que come é por ter um dia alimentar saudável, não passando o dia todo sem comer, à espera do jantar! Previligie o consumo de vegetais, saladas, assados, grelhados ou cozidos, sem molhos e tenha cautela com as sobremesas. Quanto à bebida, o ideal é beber água. Ainda assim, se quiser optar por outro tipo de bebida, opte por um copo de vinho, cerveja ou sumo natural. Evite refrigerantes e sumos açucarados.

Aproveite o que comer, saboreie e desfrute de cada pedaço de alimento que ingere! Desta forma poderá sentir-se mais saciado/a, não em privação e sentir-se bem consigo/a mesmo/a por ter seguido o seu planeamento e ter evitado comer exageradamente. (sugestão ver post: https://www.terapiadaobesidade.pt/saboreie-aprenda-a-apreciar-cada-alimento-nao-devore-comida/ )

Um pensamento que pode ser encorajador:

“Ficar mais magro/a e manter-me saudável é mais importante para mim, do que um prazer momentâneo de comer bastante em ocasiões especiais.”

 

E… se alguém lhe perguntar por que não está a beber, a tomar um aperitivo ou a comer mais ou insistir para o fazer, responda apenas: “Estou a tentar comer de forma mais saudável” ou “Estou a cuidar da minha alimentação”. Não há necessidade de dar nenhuma outra explicação além dessas, a menos que queira e, poderá prosseguir a conversa mudando de assunto.

(sugestão ver post https://www.terapiadaobesidade.pt/esta-tao-delicioso-va-lanao-vai-fazer-diferenca-o-que-fazer-quando-insistem-para-comer/

 

Encorajamo-lo/a a que invista em si e na sua saúde!

Invista em opções, desejavelmente, saudáveis 😊!