Mexe-TE Portugal

A prática de atividade física traduz atualmente um comportamento de relevo na promoção de um estilo de vida saudável. Muitos estudos têm demonstrado prevalência de inatividade e comportamentos sedentários nas pessoas com doença metabólicas e cardiovasculares, entre elas a Obesidade-Excesso de Peso.

A inatividade física é considerada o quarto fator de risco de mortalidade a nível mundial.  Relativamente à prevalência da inatividade física em Portugal, dados do Eurobarómetro (2014) revelaram que 72% dos adultos portugueses “nunca” ou “raramente” faziam exercício ou desporto, e apenas 23% cumpriam as recomendações da OMS.

Os benefícios da adoção de um estilo de vida ativo tem sido alvo de crescente interesse tanto na população saudável como na população com sobrepeso ou obesidade. Não podemos encarar a obesidade de ânimo leve, ela é a epidemia do século XXI, resultado de uma condição complexa de dimensões sociais e psicossociais consideráveis. É considerada como um problema de aumento calórico. Contudo muitos estudos recentes demonstram que é sobretudo devido a um baixo dispêndio energético e consumo exagerado de alimentos. Um estilo de vida sedentário e uma dieta hipercalórica caracterizam a sociedade dos países ocidentais e são os fatores mais importantes do desenvolvimento da Obesidade-Excesso de Peso

O exercício físico diminui o peso, a acumulação de gordura visceral, os triglicerídeos, a hipertensão arterial, aumenta o C-HDL e melhora a sensibilidade à insulina. Por outro lado, a redução do peso proporciona uma diminuição da hipertensão arterial, das dislipidémias e da glicémia, entre outras, para além da desejada melhora da qualidade de vida.

As recomendações da Atividade Física da American Heart Association (AHA) indicam que as pessoas em geral devem praticar 30 a 60 minutos de atividade física por dia, de intensidade moderada, de preferência cinco dias ou mais por semana. Deve ser dada preferência a atividades aeróbias de baixo impacto, aumentando progressivamente o volume. A receita parece simples? E é simples, tão simples quanto uma receita de um livro de culinária. Mas a importância desta receita não está nas letras que a descrevem mas sim, na forma como a preparamos.

No exercício físico, no treino propriamente dito, passa-se exatamente o mesmo… a facilidade com que encontramos planos de treinos mágicos e exercícios milagrosos traduz-se numa suposição errada. Como na cozinha precisamos de um grande chef para tornar a receita apelativa e única, no treino precisamos de um PERSONAL TRAINER, alguém especializado na área. Descobre aquele com quem mais te identificas e segue um caminho. Encontra a melhor solução e abraça os objetivos estabelecidos no ponto de partida, a avaliação física inicial. Contacte-me se resulta do seu interesse.

Começamos por aqui:

Temos que dar entre 7500 a 10000 passos por dia, o que corresponde a 30 minutos de atividade física moderada. Temos que ter um consumo energético entre os 1500 e as 2000kcal/semana como resultado de caminhar entre 6500-8500 passos/dia. Se ainda estás a fazer contas aos teus passos diários, não faças! Este é o momento certo para mudares e começares.

“Cada hora de tempo sedentário por dia está associada a um aumento de 2% no risco de morte por todas as causas; o risco parece aumentar quando a pessoa está mais do que 7h sentada por dia, com um aumento de 5% por cada hora acrescida nesse comportamento.”

 

Como é sabido a Obesidade e o exercício físico caminham em sentido inverso, quando o exercício não está presente a tendência para aumentar de peso é maior. Portanto, vamos tomar consciência, vamos marcar pela diferença, vamos treinar e adotar um estilo de vida saudável, por nós e por aqueles que estão á nossa volta.

 

Sedentarismo e Saúde são incompatíveis!

Bons treinos!