Peso acima do desejado? Como lidar com os sentimentos que surgem?

Quando o peso se encontra acima do desejado é natural que surjam altos e baixos emocionais. No entanto, a forma como lidamos com as emoções e os sentimentos que vão emergindo poderá fazer toda a diferença!

Os sentimentos são formas de comunicação, pelo que, importa identificá-los e procurar compreender o que nos querem transmitir, a fim de escolhermos, de forma construtiva, o curso de acção a seguir, para restabelecermos o nosso equilíbrio e bem-estar tanto físico, como psicológico e emocional.

Estarmos conscientes das emoções difíceis é o primeiro passo para lidar com elas. Entre os sentimentos que podem surgir encontramos: frustração, vergonha, tristeza, irritação, culpa, aborrecimento, zanga, insegurança, … Às vezes, podem ser tão repentinos e intensos que é difícil entender exactamente o que estamos a sentir.

É preciso prática para reconhecer as suas emoções e sentimentos, mas está ao seu alcance aprender a fazê-lo!

O que fazer então? Começar por fazer uma pausa e prestar atenção, por alguns
momentos, ao que sente. 

Procure identificar e nomear a emoção ou sentimento que está a sentir, sem se julgar. Diga a si mesmo/a: Sinto/ estou com raiva [ou triste ou frustrado/a;.
Se estiver aborrecido/a, mas não tiver a certeza do motivo, pode ser útil conversar com alguém em quem confia, como um/a amigo/a próximo/a, um familiar ou um/a psicólogo/a..
Conversar sobre as coisas que o/a incomodam, inquietam ou preocupam, pode ajudar a descobrir como lidar com tais sentimentos.

Se é difícil falar sobre os seus sentimentos ou se pensa que as pessoas não o/a vão entender, poderá fazer um diário, desenhar ou pintar, ou fazer outra coisa que o/a ajude a lidar com essas emoções difíceis. Ao dedicar tempo para explorar o que sente e ao processar esses sentimentos, de forma orientada, o que poderá fazer com a ajuda de um psicólogo que tem formação profissional para o/a ajudar nestas situações, irá desenvolvendo maior capacidade para lidar com as emoções à medida que surgem, o que, por sua vez, pode tornar mais fácil encontrar soluções para os problemas.

E… relativamente à pressão sentida? Não bastando a que, não raras vezes, colocamos sobre nós mesmos, junta-se frequentemente a pressão social que sentimos vir, por parte de amigos, colegas e familiares bem-intencionados, mas que podem piorar as coisas ao fazerem sugestões; sobre alimentação ou exercícios. Essas boas intenções podem parecer críticas e o medo de ser julgado ou rejeitado pode fazer com que se afaste das pessoas e deixe de fazer coisas de que gosta.

O que fazer neste caso?

Fortaleça a sua auto-estima! Como?
Aprendendo a gostar de si!

Concentre-se nos seus talentos, realizações e coisas que faz bem, procure descobrir e desenvolver o seu potencial (p. ex. envolvendo-se em actividades, hobbies, interesses, voluntariado,…)!
Comece por se focar em si, enquanto pessoa, em vez de no seu peso! Use declarações construtivas sobre si e lembre-se das suas boas qualidades, por ex. poderá dizer a si mesmo/a: Meu peso não é o que eu gostaria que fosse, mas sou uma pessoa gentil e interessante;.
Não deixemos as nossas emoções tomarem conta de nós! Ao invés disso, aprendamos a ser nós a tomar conta delas! 

Se estiver a tentar perder peso, estabeleça objetivos para mudar comportamentos, não para perder peso.

Defina metas pequenas, realistas e faça o ponto de situação regularmente para acompanhar o seu progresso.

Outra maneira de se sentir bem consigo mesmo/a é encontrar outras pessoas que o/a apoiem. Fale sobre como se sente e como elas podem ajudar (mesmo que só precise que elas o/a oiçam e compreendam).

E quando os amigos e a família não estão lhe dando o apoio que precisa?

Se se sentir pressionado/a incompreendido/a por amigos ou familiares, diga-lhes como se sente. Por exemplo, diga-lhes que não ajuda quando o chamam à atenção quando comete deslizes. Deixe as pessoas saberem o que aprecia (p. ex. elogios quando faz algo bem) e o que não gosta (p.ex. comentários sobre o seu peso ou “discursos” sobre alimentação ou exercícios).

Estar acima do peso pode ser difícil, tanto fisicamente, como emocionalmente. Contudo, existem formas de se sentir melhor, incluindo estar ciente das suas emoções, pensar construtivamente e encontrar pessoas que o/a apoiem.